Tuesday, September 15, 2009

E para reabrir as hostilidades, uma cornetada da nova época

Corneto: A porta abre e vocês vêem uma sala iluminada pelo som da água
Party: (...)

Monday, September 14, 2009

re-entree

amg!
just jizz'ed my pants


video

Friday, June 5, 2009

Session XXIII – A Igreja Universal do Reino de Deus

Foreplay:

Em Candlekeep foi nos dada uma missão de investigar um estranho templo em honra de Mistra pelo senhor Dunaster (o nosso amigo que faz ressurects).

Fomos de Candlekeep a Baldur’s Gate para saber se já tinha saído o jogo, fazer umas compras e procurar quests, encontramos uma Quest que era adquirir alguns bens no sítio para onde íamos, e ainda éramos teleportados para lá pela menina Ilidana, o Questhelper aconselhava a aceitar e lá fomos nós seguindo as setas.

As setas apontavam para uma casa de uma senhora que andava a procura do marido que tinha desaparecido, ficamos como uma descrição do senhor caso ele apareça no nosso caminho.


Intercourse:

Fizemos as compras e seguimos para o templo para investigar o que se passava de errado lá, as pessoas era bastante amigáveis e anunciavam que ali podia conhecer a Ultima Sagrada Verdade de Santa Mistra por 20 goldpieces a quem quiser ficar lá 3 dias, a mim cheirou-me mal fazer o que fosse por outro Deus que não Sylvanus e recusei, o Kamiel e o Pimmlur também já não estavam para aturar o brasileiro, mas o Thormir, o Vincent e a Elmyria queriam saber mais e pagaram.

Fizemos acampamento fora do templo a espera dos nossos amigos, sem que os guardas nos vissem ficamos lá 3 dias a comer do bom e do melhor.

Passados 3 dias fomos até ao templo perguntar pelos nossos amigos, já andavam lá dentro uns 2 ou 3 guardas, disseram-nos que eles se tinham juntado a causa e que não podiam falar connosco, insistimos e fomos barrados de novo, o Kamiel disse “pronto deixe estar então”, eu percebi e arrastei o Pimmlur cá para fora.

Fizemos party buffs, combinamos insistir mais uma vez com o homem (há que dar hipóteses as pessoas..) e lá fomos nós “falar” com o senhor.


Orgasm:

4 Meses de Abstinência pelo cano, o Kamiel pergunta mais uma vez, o homem responde torto e berra por “Guardas!”, e das portas chegaram mais uns 10 guardas.. *grin*

O Pimmlur fez uma reza de buff ali no meio, tento bater mas acabou por falhar miseravelmente e fez uma Long Bomb com a Morning Star, não se desmoralizou e continuou no combate com um SoundBurst nos guardas que entraram na sala, trocou de arma e foi a carga de novo.

O Kamiel estava “enraged” parecia um bárbaro, sangue a esquerda e direita, matava aos dois de cada vez, cada vez que se punha ao pé de algum guarda, no turno seguinte já estava a procura do próximo, os guardas já deviam saber que não devem bater nas pessoas que parecem latas de sardinha espartanas.

Eu fiz o que faço melhor, ponho balanço nas lutas, eram uns 12 contra 3 (+ a Diveact), faço summon a 3 Ursos Negros aprendizes do Kamiel, rasgavam tudo o que viam a frente, e faço algo que os meus amigos ainda não tinham visto, chamo a fúria de Sylvanus e aparecem Relâmpagos a esturricar guardas e clérigos ignorantes que deviam ter feito o que o Kamiel lhes pediu..


Pillow Talk:

A sala do templo ficou cheia de corpos rasgados e queimados, uns guardas mais sábios fecharam a porta em frente e não entraram para morrer, e nós ainda não sabemos dos nossos amigos, mas vamos saber!


Notas:

O corneto ficou contente porque conseguiu por um jogador a “amarelo”.
Player Characters em Autopilot: Thormir

Thursday, May 7, 2009

Como acabar na Gulotina em 10 lições

Corneto: Recebes um panfulheto...

I do anything

*Ring* *Ring* *Ring* *Ring*
Thormir: Elmyria, vou buscar se me deres 10€
Kammiel: Toma, estão já aqui
Thormir rola para apanhar a nota enquanto se vira para apanhar o telemóvel

*1*

1 galo na testa, uma lasca no dente e um hematoma no pé

Thursday, April 16, 2009

Diário de Vincent Craine
(pag.26)

[...] Decorreram algumas semanas desde a última entrada neste diário. Vou tentar relatar de memória tudo aquilo por que passamos até à data.
Após sairmos das cavernas de Durgedin fomos atacados por um trio bastante interessante que procurava o livro que o clérigo carrega. O lider era Cristafar Senders, mayor de Oakurst, e estava acompanhado por dois individuos peculiares: um monge bastante ágil no combate e também o Yochlol que já haviamos encontrado na dimensão de cristal. O combate foi feroz e a sorte não nos sorriu. Felizmente fomos ajudados por uma cboazona feiticeira de nome Storm Silverhand que virou o combate a nosso favor. Caso ela não tivesse surgido estavamos em maus lençois. Penso que nenhum de nós, até hoje, percebeu como ela ali apareceu na altura certa.
Decidimos então encaminharmo-nos para Candlekeep, dado sabermos que poderiamos obter mais informações acerca do livro na cidade do conhecimento.
A viagem foi calma e sem eventos relevantes. (fui assaltado numa estalagem durante o caminho... mas ladrão que rouba a ladrão...)
A Storm acompanhou-nos em praticamente todo o percurso e ficámos a saber bastante mais sobre a organização a que ela pertence: os Harpers.
(pag.27)
Escrevo esta página já em Candlekeep, estamos aqui há bastantes dias. É uma cidade estranha, fortificada e onde um livro vale mais que uma vida. Penso que o mágico e o clérigo se têm entretido bastante na biblioteca gigantesca. Não me tenho divertido particularmente mas consegui algumas informações acerca da minha espada. Também comprei uma armadura nova, bastante mais leve e de cor escura. Penso que me favorece!
Relativamente ao livro que aqui nos trouxe, está em estudo na biblioteca. Pelo que me dizem irá demorar algum tempo até termos mais informações acerca do conteúdo.
Uma nota interessante: Candlekeep está repleta de mágicos vemelhos vindos de Thay. Estão aqui expedição. Segundo me contou um deles, possuem um exercito de mortos-vivos, ao que chamam "linha da frente". Não faço ideia como os controlam ou os tornam eficientes em combate. Quando vi o nosso clérigo controlar mortos-vivos não fiquei particularmente impressionado.
Espero que amanhã, finalmente, possamos sair daqui. A elfa tem uma missão que será bem paga.

PS: O Cristofar Senders apareceu aqui numa situação inesperada, durante um jantar para o qual fomos convidados. Disse não nos conhecer e ignorar o combate que travámos há semanas. Foi um jantar dificil... não me contive e insultei-o, acabando por ser expulso tal como o Kamiel já havia sido. É de facto um local estranho este.

Shameless plug

A pedido do Kyoble, o endereço do meu berlog.

Electrostatik.Org

Thursday, April 2, 2009

HECOMESS HE COMES COMES HE COMESS


What happens when Role Playing games turn bad?
̡̢̛̗̘̙̜̝̞̟̠̊̋̌̍ ̎̏̚ ̡̢̡̢̛̛̖̗̘̙̜̝̞̟̠ ̖̗̘̙̜̝̞̟̠̊̋̌̍̎̏ ̐̑̒̓̔̊̋̌̍̎̏̐̑̒̓ ̔̕̚̕̚ ̔̕̚̕̚҉ ҉̵̞̟̠̖̗̘̙̜̝̞̟̠͇ ̊̋̌̍̎̏̐̑̒̓̔̊̋̌̍ ̎̏̐̑̒̓̔̿̿̿̕̚̕̚͡ ͡҉҉ ̵̡̢̛̗̘̙̜̝̞̟̠͇̊̋ ̌̍̎̏̿̿̿̚ ҉ ҉҉̡̢̡̢̛̛̖̗̘̙̜̝̞ ̟̠̖̗̘̙̜̝̞̟̠̊̋̌̍ ̎̏̐̑̒̓̔̊̋̌̍̎̏̐̑ ҉̵̞̟̠̖̗̘̙̜̝̞̟̠͇̊̋̌̍̎̏̐... ͡҉҉z å̵̡̢̛̗̘̙̜̝̞̟̠͇l̋̌̍̎̏̿... ҉ g҉҉̡̢̡̢̛̛̖̗̘̙̜̝̞̟̠̖̗̘̙... ̒̓̔̕̚ ̍̎̏o̐̑̒̓̔̕̚̕̚ ̡̢̛̗̘̙̜̝̞̟̠̊̋̌̍ ̡̢̡̢̛̛̖̗̘̙̜̝̞̟̠̖̗̘̙̜̝̞... ̕̚̕̚ ̔̕̚̕̚҉ ҉̵̞̟̠̖̗̘̙̜̝̞̟̠͇̊̋̌̍̎̏̐... ͡҉҉ ̵̡̢̛̗̘̙̜̝̞̟̠͇̊̋̌̍̎̏̿̿̿... He
C ̒̓̔̕̚ ̍̎̏̐̑̒̓̔̕̚̕̚ ̡̢̛̗̘̙̜̝̞̟̠̊̋̌̍̎̏̚ ̡̢̡̢̛̛̖̗̘̙̜̝̞̟̠̖̗̘̙̜̝̞... ̕̚̕̚ ̔̕̚̕̚҉ ҉̵̞̟̠̖̗̘̙̜̝̞̟̠͇̊̋̌̍̎̏̐... ͡҉҉th̔̕̚̕̚҉ ҉̵̞̟̠̖̗̘̙̜̝̞̟̠͇̊̋̌̍̎̏̐... ͡҉҉ ̵̡̢̛̗̘̙̜̝̞̟̠͇̊̋̌̍̎̏̿̿̿... ҉ ҉҉̡̢̡̢̛̛̖̗̘̙̜̝̞̟̠̖̗̘̙̜... ̒̓̔̕̚ ̍̎̏̐̑̒̓̔̕̚̕̚ ̡̢̛̗̘̙̜̝̞̟̠̊̋̌̍̎̏̚ ̡̢̡̢̛̛̖̗̘̙̜̝̞̟̠̖̗̘̙̜̝̞... ̕̚̕̚ ̔̕̚̕̚҉ ҉̵̞̟̠̖̗̘̙̜̝̞̟̠͇̊̋̌̍̎̏̐... ͡҉҉ ̵̡̢̛̗̘̙̜̝̞̟̠͇̊̋̌̍̎HE COMES̏̿̿̿...

Thursday, March 26, 2009

Resumo

(Nota: Este resumo aplica-se a todas as sessões desde que terminámos a campanha Forge of Fury)

Saímos da caverna. Andámos andámos andámos. Comi a gaja. i r teh shit!!!1

Friday, March 13, 2009

Pimmlur: Mas e aceitam pessoas como si?
Party: Ou como çá?

Thursday, February 26, 2009

Ein?

Calipo: Vocês estão na estanela...
Party: ...
Party: ESTANELA!!!!!!!!!!

Friday, February 20, 2009

Epix Fail!!!!!1

Spell: Finger Trap

Description:
While under a fake death effect, blow a finger giving 2 milisseconds of a hard-on from Vincent "the vicious fumbler" Craine and a dripping effect that gives 2 points of smell and sticky damage

Rambo que é Rambo, não morre, finge!